Notícias

Agentes da Sanepar fazem vistorias em imóveis em Teixeira Soares

30/01/2018

Eles devem verificar se ligações à rede pública de esgoto foram feitas corretamente

Agentes autorizados a serviço da Sanepar estão fazendo vistorias e orientações técnicas ambientais em Teixeira Soares. Até março, eles devem visitar pelo menos 270 imóveis na cidade. O trabalho faz parte das ações iniciadas há mais de dois anos, com as obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, que incluíam reuniões com moradores e sensibilização em campo. Eles estão atuando no Centro e na Vila Blumenau durante a semana e, eventualmente, também aos sábados.

Os agentes são da empresa terceirizada Água Viva Serviços Socioambientais. Eles andam em duplas, estão identificados com boné e colete azuis, crachá da terceirizada com foto e veículo identificado a serviço da Sanepar. O principal trabalho dos agentes é identificar como foram feitas as interligações dos imóveis à rede coletora de esgoto da Sanepar e orientar quanto à correção de irregularidades, para evitar problemas futuros ao cliente, ao meio ambiente e à Companhia.

“Nossa solicitação é para que os moradores permitam a entrada dos agentes. Eles precisam fazer as vistorias, que são obrigatórias após o término das obras, para verificar se os imóveis foram corretamente interligados à rede”, esclarece a gestora socioambiental da Sanepar na região, Luciana de Fátima Garcia. Ela destaca que a interligação correta assegura o bom uso da rede coletora e a destinação adequada para a estação de tratamento de esgoto. “Todo o esgoto coletado pela Sanepar nas cidades onde atua é 100% tratado. Somos uma das poucas companhias que trata todo o esgoto coletado”, ressalta o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

Em caso de dúvida, o morador deve entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente Sanepar, pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. A ligação é gratuita.

USO CORRETO DA REDE – Uma ligação correta exige iniciativas simples. O esgoto que sai da pia de cozinha e da churrasqueira, por exemplo, deve passar pela caixa de gordura antes de chegar à rede da Sanepar. Além disso, não se deve lançar a água da chuva na rede de esgoto, de acordo com o Decreto Estadual nº 5.711/2002 (Código de Saúde do Paraná). O documento diz que é vedada a ligação de águas pluviais ou resultantes de drenagem à rede coletora de esgoto sanitário.

“Se a água da chuva for canalizada para a rede de esgoto pode haver sobrecarga na tubulação e o resíduo vai retornar para dentro de algum imóvel, normalmente pelo vaso sanitário”, enfatiza a gestora. Quem liga a água da chuva na rede de esgoto, ou lança esgoto na galeria pluvial, pode ser autuado pela Vigilância Sanitária e terá que corrigir a irregularidade. E, ainda, pode pagar multa.

Galeria