Notícias

Aumento no consumo de água deixa em alerta abastecimento no Noroeste

09/10/2020

O uso da água deve ser priorizado para necessidades essenciais como alimentação e higiene pessoal

A Sanepar registra nesta quinta-feira (8) elevação de 10% no consumo de água em Umuarama, Cianorte e Cruzeiro do Oeste em relação aos volumes consumidos no fim de semana e que já foram recordes. O principal motivo são as altas temperaturas. Além disso, em Umuarama, houve maior consumo de água devido aos fortes ventos da noite de ontem, que carregaram muita sujeira para os imóveis e calçadas.

O gerente regional da Sanepar, Carlos Henrique Gonçalves, alerta que a crescente demanda de água coloca o sistema de produção em alerta. “A estiagem provocou redução das vazões nos rios e poços que abastecem essas e outras cidades da região e, por outro lado, o gasto de água aumenta cada dia mais, o que pode deixar nossos sistemas de abastecimento em risco”, explica.

Exemplos dessa diminuição no volume de água são o Ribeirão Piava, que abastece Umuarama, e Rio Bolívar, que atende Cianorte. Os poços tubulares profundos que fornecem água para as demais cidades da região também sofreram queda na vazão de 5% em média. O gerente ressalta ainda que o Estado vive uma das mais severas crises hídricas e que é preciso o apoio de todos até que as chuvas voltem em volume satisfatório.

No momento, é imprescindível que todos adotem hábitos de consumo racional da água. A orientação é para que seja priorizado o uso na alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.

Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas pode contribuir muito com o consumo consciente. O reúso dessas águas pode ser feito na limpeza externa, no vaso sanitário e na rega de hortas e jardins. Reduzir o tempo do banho, fechar as torneiras durante a lavagem da louça, da escovação de dentes e do barbear são ações pequenas que representam muito na economia de água.

Ao encontrar qualquer tipo de vazamento de água na rua, a população deve avisar imediatamente a Sanepar pelo telefone 0800 200 0115.

Galeria