Notícias

Companhia recebe mais quatro troféus de qualidade em saneamento

22/11/2017

A mais alta premiação do setor no País conferiu à companhia 42 títulos de excelência na gestão do saneamento e na prestação dos serviços

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) recebeu mais quatro prêmios de reconhecimento nacional na noite desta terça-feira (21), em Aracaju, Sergipe. O Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento (PNQS), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), é o maior reconhecimento para o setor no País.

As boas práticas de gestão e os resultados de desempenho conferiram pela primeira vez o prêmio a toda Sanepar. A empresa ainda foi contemplada com troféus distintos para a Gerência Geral Sudoeste e para as unidades regionais de Cascavel e de Pato Branco. Ao todo, 20 unidades de companhias de saneamento do Brasil foram premiadas em Aracaju nesta edição.

Segundo o presidente da Abes, Roberval Tavares, o prêmio atesta que as empresas estão no caminho para levar os serviços de saneamento a todos os brasileiros. “O país sofre com a falta de gestão em todos os setores, inclusive no saneamento. Ter as empresas reconhecidas num prêmio de gestão dentro do setor é muito importante, porque as ganhadoras de hoje, e isso foi comprovado por meio de auditorias, estão no caminho correto da universalização”, afirmou.

Para o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, receber a premiação demonstra competência, dedicação e união dos empregados da Companhia em busca de um objetivo comum. “Nós paranaenses temos que nos orgulhar em ter uma empresa que é referência nacional e internacional”.

MELHORIA DOS SERVIÇOS - De acordo com a coordenadora do PNQS dentro da Sanepar, Maria Angela Sargaço, o sucesso da empresa na premiação se traduz em benefícios para a corporação e para os clientes. “Para o cliente melhora, por exemplo, o serviço que ele recebe no atendimento telefônico ou personalizado, na execução de obras, como em Cascavel. Lá, a empresa passou a utilizar uma lona para cobrir a calçada dos clientes quando necessita abrir valas e buracos. É uma ideia simples, mas inovadora. Isso faz diferença porque mostra que há preocupação não só em executar o serviço, mas fazê-lo sem prejudicar o cliente”, explica Maria Angela.

Além da redução dos impactos gerados com obras e manutenção dos sistemas de água e de esgoto, como no exemplo de Cascavel, a Sanepar está mais atenta às necessidades de seus clientes, em consonância com as práticas do modelo de gestão aplicado no PNQS. Em Toledo, foi possível implantar um rigoroso controle de solicitações e de reclamações de clientes para evitar a insatisfação. De 2013 a 2016, a prática fez crescer de 80% para 90% o índice de satisfação dos clientes em razão do atendimento recebido.

Outra medida que impacta diretamente na satisfação dos clientes está relacionada com as melhorias executadas nas estações de tratamento de esgoto para a redução de odores. Essa e outras práticas não seriam possíveis sem planejamento estratégico: direção, corpo gerencial e técnico trabalham vislumbrando um horizonte de 5 anos. “É isso que garante os investimentos necessários para a manutenção dos sistemas e a continuidade ininterrupta dos serviços de água e de esgoto em todo o Paraná”, destacou Chaowiche.

EFICIÊNCIA OPERACIONAL - Este foi o primeiro ano em que foram apresentados e premiados cases de eficiência operacional em saneamento no encerramento do ciclo PNQS, tendo como tema as perdas nos sistemas de água. Pela Sanepar, um trabalho desenvolvido na cidade de Terra Roxa, no Oeste do Paraná, foi premiado. A iniciativa aplicada na cidade resultou na diminuição de cerca de 25% do volume de água perdido e melhorou a distribuição de água aos moradores.

COMO FUNCIONA - O PNQS é reconhecido pela International Water Association (IWA) como a mais importante ferramenta de gestão dos serviços de saneamento ambiental, pois estimula a adoção de modelos gerenciais compatíveis com os melhores exemplos mundiais. As empresas participantes buscam o reconhecimento pelas ações desenvolvidas pautadas por oito critérios: Liderança, Estratégia e Planos, Clientes, Sociedade, Informações e conhecimentos, Pessoas, Processos e Resultados. A premiação é obtida pelas unidades de acordo com o nível e pontuação obtidos.

O prêmio, que existe há 20 anos, tem a participação da Sanepar desde a sua implantação. A Companhia, nos seus 54 anos de sua história, já teve 56 candidaturas. Foi vencedora 42 vezes e possui 10 troféus de ouro, seis de prata e 26 de bronze, além de nove reconhecimentos de distinção ou diploma.

Para receber os troféus, participaram da premiação além do presidente da Companhia, Mounir Chaowiche, os diretores Paulo Dedavid, Paulo Battiston, João Martinho Cleto Reis Júnior, Glauco Requião, Flávio Slivinski e os gerentes, coordenadores e empregados das unidades premiadas.

Galeria