Notícias

Consumo de água aumenta 11% no Litoral

28/12/2018

Comparação é com igual período do ano anterior; Sanepar reforça recomendação para uso racional da água

Nos primeiros sete dias de Operação Verão – de 21 a 27 de dezembro –, no Litoral paranaense, a Sanepar produziu 434,3 milhões de litros de água, 11% a mais do que no mesmo período do ano passado. O número de atendimento aos clientes também cresceu 17% em relação ao mesmo período do ano anterior. Neste sábado (29), o setor de atendimento ao público em Matinhos estará aberto em horário especial, das 10h às 15h.

Os dados foram apresentados na manhã de hoje pelo gerente geral da Sanepar em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, Antônio Carlos Gerardi, na primeira entrevista coletiva da Operação Verão 2018/2019, coordenada pelo chefe da Casa Militar, coronel Maurício Tortato. Também foram apresentados dados das Polícias Civil, Militar, Rodoviária e Criminalística, do Corpo de Bombeiros, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da Secretaria do Estado da Saúde, do SAMU, Siate e Copel.

Gerardi informou ainda que, nesses primeiros dias, a Sanepar recolheu 40 toneladas de resíduos sólidos em 48 km de praia de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. A coleta manual é feita por 78 coletadores. Além disso, a partir das 19h, a Sanepar faz a higienização da areia com seis máquinas saneadoras. Este trabalho será feito diariamente até o fim da Operação Verão, na semana do Carnaval. O serviço de limpeza e higienização das praias gera 104 postos de trabalho. O lixo coletado na areia tem a destinação correta dada pelas prefeituras.

A Sanepar reforça o alerta para que os veranistas façam uso racional da água, evitando lavar carros e calçadas e também substituir a água das piscinas. Em 2018, a Companhia fez mais de 200 ações, entre manutenções e ampliações, para reforçar o sistema de abastecimento de água no Litoral.

SERVIÇOS EXTRAS – Durante a temporada, a Sanepar irá atender a população com serviços especialmente desenvolvidos para o verão. A empresa instalou 55 duchas para refresco dos banhistas na orla. Também serão disponibilizadas nove cadeiras de rodas especiais, que não afundam na água, para que pessoas com deficiência ou com a mobilidade reduzida possam entrar no mar.

CAIXA-D'ÁGUA E PISCINAS - A Sanepar também recomenda que os veranistas e moradores do Litoral procurem instalar caixas-d’água adequadas ao uso no imóvel – quanto maior a quantidade de pessoas ou mais frequente o uso de água tratada em um negócio, maior deve ser o reservatório de água. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) indica que cada imóvel tenha caixa-d’água de pelo menos 500 litros, para atender as necessidades dos moradores por 24 horas.

 

 

 

 

Galeria