Notícias

Mais cinco municípios renovam contrato com Sanepar

28/12/2018

Assinaram a governadora, diretores da Sanepar e os prefeitos de Arapoti, Cianorte, Floresta, Santa Amélia e Santa Tereza do Oeste

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) renovou o contrato de prestação de serviços por mais 30 anos, em cinco cidades paranaenses, nesta sexta-feira (28). A assinatura dos Contratos de Programa foi no gabinete da governadora Cida Borghetti. Além da governadora, assinaram os documentos o presidente em exercício da Companhia, Sergio Veroneze, o diretor Comercial Mário Celso Cunha, o diretor Jurídico Eduardo Tesserolli, o diretor de Operações Paulo Dedavi, o gerente de Concessões, Nuno Alves Pereira, e os prefeitos de Arapoti, Nerilda Aparecida Penna; de Cianorte, Claudemir Romero Bongiorno; de Floresta, Ademir Luiz Maciel; de Santa Amélia, Jarbas Carnelossi; e de Santa Tereza do Oeste, Elio Marciniak.

Os contratos definem metas de atendimento à população com água tratada e coleta e tratamento de esgoto, de acordo com as definições do Plano Municipal de Saneamento Básico de cada município. No total, a Sanepar deverá investir cerca de R$ 300 milhões nos cinco municípios nos próximos 30 anos.

O presidente Veroneze destacou que a renovação desses contratos é a garantia de continuidade dos serviços de abastecimento de água e de implantação e ampliação dos serviços de coleta e tratamento de esgoto. “Para a Sanepar, é uma grande satisfação continuar atendendo esses municípios porque, sem dúvida, o saneamento básico traz mais saúde e qualidade de vida aos moradores dessas cidades”. A governadora parabenizou a Sanepar pelos serviços prestados aos paranaenses e por ser empresa referência do no Brasil.

Para o diretor Comercial, a assinatura desses contratos significa um avanço para a empresa, que amplia o número de contratos em vigência, e para os municípios, ao estabelecer metas de crescimento e melhoria nos serviços prestados. “Além disso, atesta a confiança desses municípios na Sanepar”, afirma Mário Celso.

Em cada uma dessas cidades, uma equipe técnica da Sanepar das Diretorias Comercial e Jurídica reuniu-se com as equipes das prefeituras para estabelecer metas contratuais, investimentos e benefícios a serem feitos nas cidades. Os contratos de programa também foram debatidos com a população em audiências públicas e passaram por aprovação nas Câmaras de Vereadores.

Em Floresta, Santa Amélia e Santa Tereza do Oeste, os contratos preveem a implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto. Em Floresta, a meta é que, em 2021, 50% da população tenham acesso ao serviço de coleta e tratamento de esgoto, com crescimento para 65% em 2031.

Em Santa Tereza do Oeste, em 2020, o serviço de esgotamento sanitário deverá ser de 70% da população, com crescimento progressivo até 2045, quando chegará a 95%. E, em Santa Amélia, a meta estabelecida é de 30% em 2020 e de 95% em 2025.

Em Cianorte, que hoje tem índice de 68%, a meta é de 80% até 2020. E em Arapoti, o índice deverá chegar a 80% em 2025.

BENEFÍCIOS – Em todas as cidades, o Contrato de Programa estabelece também o repasse mensal de um percentual do faturamento da Sanepar no município para o Fundo Municipal de Saneamento Básico e Ambiental. Esses recursos devem ser geridos por um conselho municipal. As prefeituras também passam a ter desconto de 50% no valor da conta de água dos prédios públicos.

Galeria