Notícias

Palotina recebe R$ 7,7 milhões para sistemas de água e de esgoto

25/01/2019

Sanepar dobra capacidade de armazenamento de água e amplia para 70% o índice de atendimento com esgoto

A Sanepar está investindo R$ 7,7 milhões na ampliação dos sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto em Palotina. As obras de melhorias e de ampliação dos dois sistemas vão garantir o fornecimento de água para os mais de 36 mil moradores da cidade e levar o serviço de coleta e tratamento do esgoto para mais duas mil pessoas. Para executar essas ampliações, a Sanepar está investindo recursos próprios.

No sistema de abastecimento de água, estão em andamento as obras de implantação de um novo reservatório e de ampliação dos sistemas de distribuição e de produção de água tratada. Dois poços tubulares profundos vão ampliar o fornecimento de água em 4 milhões litros por dia. Um deles, perfurado na área do Centro de Reservação Osvaldo Cruz, já está em funcionamento. O outro, localizado na Linha Dois Irmãos, vai iniciar a sua operação no próximo ano.

Construído em aço vitrificado, o novo reservatório vai armazenar 2 milhões de litros de água, ampliando para 3,8 milhões de litros a capacidade do sistema. As redes estão sendo ampliadas em mais 12,2 mil metros para melhorar a setorização do sistema distribuidor de água para todas as regiões da cidade. Na interligação dos centros de reservação Osvaldo Cruz com o da Rua 24 de Junho, serão necessários mais 1,5 mil metros de adutora de água.

A adutora de água bruta está sendo substituída. A nova tubulação que vem da elevatória, localizada na saída para Terra Roxa até o centro de reservação junto do escritório de atendimento, terá 2.500 metros em tubos de PEAD com diâmetro de 250 milímetros (a atual é em ferro e tem diâmetro de 200 mm). Já foram executados 650 metros no trecho que apresentava maiores problemas com rompimentos. E, para o próximo ano, está programada a perfuração de mais um poço junto do escritório na cidade.

O gerente Geral da Sanepar, Donizete Obara, destaca que a Sanepar está empenhada em manter o atendimento com água tratada para 100% da população. “O aumento da produção de água tratada, a ampliação da capacidade de reservação e as melhorias operacionais do sistema de abastecimento vão poder atender a demanda e o crescimento de Palotina com segurança”, afirma Obara.

ESGOTO – O índice de atendimento com a rede coletora de esgoto vai saltar dos atuais 63% para 70%. Nas obras que estão em andamento, estão 8.740 metros de redes de coleta e de interceptores de esgoto. Parte dessa tubulação vai atender moradores dos bairros Dalas, Diamante, Jardim Universitário e do Morada do Sol. O restante será assentado em diversas áreas da cidade.

Outros 2.450 metros de interceptores, que também estão em implantação, vão permitir a interligação de imóveis dos bairros Cassol, Região do Lago, BNH e do Loteamento Stela ao sistema de esgoto da cidade. Além disso, a Sanepar vai concluir a troca 2 mil metros de um interceptor por tubulação maior, com 400 milímetros de diâmetro.

Donizete diz que a missão da Sanepar é garantir a sustentabilidade ambiental. “Com essas obras de esgoto, estamos trabalhando para que a população palotinense tenha melhoria da qualidade de vida”.

Galeria