Notícias

Programa de Energia Renovável da Sanepar é referência nacional e internacional

07/07/2011

No início de junho a Estação de Tratamento de Esgoto Ouro Verde, em Foz do Iguaçu, recebeu mais dois grupos de pesquisadores em energias renováveis. Duas representantes do governo francês e dois pesquisadores do Maranhão estiveram na cidade para conhecer o programa da Sanepar que transforma o gás metano, subproduto do tratamento de esgoto, em energia elétrica.

O projeto desenvolvido pela empresa já foi visitado por mais de 400 pessoas, entre pesquisadores brasileiros, representantes de empresas de saneamento e de energia elétrica, missões governamentais e empresariais da África do Sul, Áustria, Costa Rica, Congo, Estados Unidos, Honduras, Itália, Japão, Moçambique, e Tanzânia, tornando-se referência na produção de energias renováveis.

A missão francesa, composta pela bióloga Emanuelle Durant e a engenheira florestal Valerie Borroni, veio ao Paraná para conhecer as experiências do Estado na produção de energias renováveis. Valerie, que é especialista em biomassa, disse que o processo desenvolvido na geração de energia é muito interessante. Ela também ficou impressionada com o processo de tratamento do logo de esgoto, transformado em biossólido e destinado à agricultura. As francesas são de Rhône-Alpes, na região de Lion, e integram o programa de Cooperação Técnica entre o Paraná e o estado Francês. Elas estavam acompanhadas da coordenadora de Mudanças Climáticas da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), Rosana Maria Castella.

Dois pesquisadores do Maranhão também vieram a Foz do Iguaçu para conhecer o programa desenvolvido na ETE Ouro Verde. Ana Maria França Cutrim e
Daniel Rocha Pereira desenvolvem pesquisas no setor de energias renováveis. Para Pereira, a Sanepar está inovando no setor de energias renováveis. “A empresa está muito avançada na busca da sustentabilidade total”, disse.

Energia Limpa - O programa de geração de energia a partir do gás metano (subproduto do tratamento de esgoto) foi implantado pela Sanepar em Foz do Iguaçu em 2008 com a instalação da unidade piloto de energia da ETE Ouro Verde. Atualmente a estação produz a cada 30 dias o suficiente para atender a demanda de energia elétrica de cinco residências por mês.


As francesas, Emanuelle Durant e Valerie Borroni ficaram impressionadas com a tecnologia adotada pela Sanepar

Daniel Pereira e Ana Maria Cutrim vieram do Maranhão especialmente para conhecer o programa

Galeria