Notícias

Sanepar aborda uso correto da rede de esgoto na Expoingá

11/05/2018

Ônibus que mostra o ciclo da água e estande sobre os benefícios do lodo de esgoto na agricultura também são atrações da empresa

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está participando da 46.ª edição da Expoingá que acontece até o dia 14 de maio, em Maringá. Neste ano, a empresa apresenta três atrações que buscam promover a educação ambiental e uso do lodo do esgoto na agricultura e na geração de energia elétrica. A Sanepar também é uma das empresas patrocinadoras da feira.

Quem passar pelo estande institucional da empresa, montado próximo à arena de shows, receberá informações sobre a importância do uso correto da rede coletora de esgoto e do aproveitamento dos resíduos do processo de tratamento de esgoto para o meio ambiente. Em todo o horário de funcionamento da feira, uma equipe da Sanepar está preparada para dar orientações ao público, com a ajuda de maquetes.

Uma das maquetes mostra o projeto da CSBioenergia, que funciona na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Belém, em Curitiba, e que faz o aproveitamento do lodo de esgoto para a geração de energia elétrica. Outra maquete mostra uma residência com a tubulação de esgoto, a caixa de gordura e a caixa de passagem, equipamentos necessários para o uso correto da rede coletora. Além disso, foi montada uma representação dos locais da residência em que existem ligações de esgoto, como o banheiro, a cozinha e a área de serviço.

O gerente regional da Sanepar Valteir Galdino da Nobrega destaca que a participação da empresa na Expoingá já é tradição. “A feira faz parte do nosso calendário anual de eventos. É uma excelente oportunidade para divulgarmos os nossos serviços e apresentar à população os programas que a Sanepar possui, voltados para a preservação do meio ambiente”, explica Nobrega.

Desde a abertura da feira, no dia 3 de maio, milhares de estudantes passaram pelos estandes da empresa. A diretora do Colégio Estadual do Parque Itaipu, Maria Rosicléia de Moraes Góes, acompanhou seus alunos em visita ao espaço da empresa. Para ela, as informações prestadas pelos técnicos da companhia complementam os conteúdos trabalhados em sala de aula. “Nossos alunos conseguem visualizar, através das maquetes e das explicações dos funcionários, todo o trabalho realizado pela empresa para tratar a água e o esgoto, e a importância disso para a preservação dos rios”, enfatizou a diretora.

FAZENDINHAA Sanepar também participa com duas atrações na Fazendinha da Expoingá. Uma é a presença do EcoExpresso, um ônibus com maquetes que mostram o caminho da água do Rio ao Rio, desde a captação nos mananciais, tratamento, reservação, distribuição, coleta do esgoto, tratamento e destinação para os corpos receptores.

Em outro estande, técnicos da empresa apresentam os benefícios do lodo de esgoto na agricultura. Além de divulgar o programa, eles tiram as dúvidas dos visitantes sobre a correta utilização do lodo, as restrições de uso, realizam o cadastramento de novos agricultores ao programa e reforçam a importância da reciclagem do resíduo para a população em geral.

Desde 2012, todo o lodo gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) de Maringá, Umuarama, Campo Mourão e Paranavaí é destinado à agricultura. Em 2017 foram fornecidas 4.540 toneladas para propriedades agrícolas da região de Maringá.

Galeria