Notícias

Sanepar alerta que frio pode romper hidrômetro

28/06/2011

Com a chegada do inverno, o medidor de água – denominado pela população de “relógio”- pode romper. As baixas temperaturas, que ocorrem principalmente nas regiões Sul e Sudoeste do Estado, favorecem o congelamento da água dentro dos canos, fazendo com que estourem. O frio intenso e a geada também podem danificar o hidrômetro (“relógio”). Por isso, a Sanepar orienta seus clientes para que protejam o hidrômetro.

Esse problema traz transtornos para a Sanepar, que necessita substituir os hidrômetros, e para os usuários, que podem ter problemas com vazamentos e ficar sem água até que a troca do equipamento seja efetuada.

A proteção do medidor de água pode ser feita com papelão, plástico, lona ou pedaço de madeira. Também podem ser usados outros tipos de material, desde que impeçam o acúmulo de gelo sobre canos e hidrômetro. O material deve ser de fácil remoção para que o leiturista tenha acesso facilitado e desempenhe a sua função.

Tradicionalmente, muitos casos de rompimento da tubulação de água ocorrem na cidade de Palmas, Sudoeste do Estado, considerada uma das mais frias do Paraná. De acordo com o Simepar, as temperaturas na região continuarão muito baixas. Em Pato Branco e Francisco Beltrão a mínima desta quarta-feira será de 4o e em Palmas de 2o.

Galeria