Notícias

Sanepar investe R$242,5 mi em projetos de eficiência energética

19/12/2017

A iniciativa do governo paranaense está alinhada ao “Probiogás”, programa do Ministério das Cidades

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) poderá investir R$ 194 milhões (50 milhões de euros) em projetos de eficiência energética para as estações de tratamento de esgoto. O valor virá de um financiamento captado junto ao banco alemão KFW. Como contrapartida, a estatal paranaense vai aplicar outros R$ 48,5 milhões (12,5 milhões de euros), totalizando R$ 242,5 milhões.

O contrato de empréstimo foi assinado pelo governador Beto Richa, o presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Mounir Chaowiche, e o diretor de Investimentos da estatal, João Martinho Cleto Reis Junior, no último dia 11 de dezembro, em Frankfurt, na Alemanha.

“É uma iniciativa importante para a empresa e para o Paraná. Estes recursos vão permitir melhorias no sistema de tratamento de esgoto, e podem viabilizar projetos para utilização de biogás para a geração de energia e a redução da emissão de gases que prejudicam a atmosfera”, avalia Richa.

O financiamento vai viabilizar ações do Programa Paraná Bem Tratado e será aplicado na reabilitação, ampliação e implantação de dez estações de tratamento de esgoto em Curitiba, Londrina, Maringá, Umuarama, Araucária, Toledo, Arapongas e Guarapuava. A iniciativa do governo paranaense está alinhada ao “Probiogás”, programa do Ministério das Cidades.

De acordo com Mounir Chaowiche, a Sanepar espera encontrar, com este acordo, soluções técnicas não existentes no mercado nacional. “A ação reflete a busca da Sanepar por mais eficiência energética e a redução de impactos ambientais”, informa o presidente da estatal de saneamento.

Os principais objetivos são reduzir a emissão de gases de efeito estufa com a destinação adequada do biogás, assegurar que as estações de tratamento de esgoto respeitem a legislação ambiental, reduzir os custos de energia elétrica e capacitar o corpo técnico e operacional da empresa.

Os termos e as condições do empréstimo cumprem os requisitos da Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Econômico (OCDE) para seu reconhecimento como Assistência Oficial do Desenvolvimento (ODA). O contrato de financiamento firmado com o KFW foi anteriormente aprovado pelo Conselho de Administração da Sanepar.

VISITAS TÉCNICAS – Nos dias 12 e 13 de dezembro, o governador Beto Richa e o diretor de Investimentos da Sanepar, João Martinho Cleto Reis Junior, visitaram a planta para tratamento de esgoto da Berliner Wasserbetriebe (BWB) e a planta de tratamento de resíduos da Berliner Stadt Reinigung (BSR), em Berlim.

A BWB é a maior empresa na região de Berlim-Brandemburgo e opera seis plantas de tratamento e recuperação. Na estação visitada, que tem uma capacidade de tratamento de 230 mil metros cúbicos por dia, existem 4 plantas de purificação de biogás. O gás é principalmente empregado na conversão de energia elétrica.

Já na BSR, a planta tem uma capacidade de tratamento de resíduos sólidos de 60 mil toneladas/ano, sendo 80% de resíduos verdes e de jardinagem, 20% de resíduos de cozinha. No local é promovida a fermentação seca da fração orgânicos dos resíduos provenientes da coleta seletiva.

Galeria