Notícias

Sanepar trabalha para atender 72% da população com esgoto

05/07/2011

O plano de investimentos da Sanepar prevê mais de R$ 1,5 bilhão, até 2014, para ampliar dos atuais 62% para 72% a média de cobertura da rede esgoto nos municípios atendidos pela empresa no Paraná. "Estão no planejamento da empresa, ainda, a ampliação das parcerias com prefeituras e demais órgãos governamentais, a gestão focada na inovação e na melhoria de processos, na gestão do conhecimento e no desenvolvimento institucional", afirmou Fernando Ghignone, presidente da Sanepar, em palestra na manhã desta terça-feira (5) no primeiro dia de seminário que discute os desafios do saneamento para o Brasil, em Curitiba.
Organizado pela seção paranaense da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) e pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA-PR), o seminário continua até quarta-feira na Universidade Positivo.

A aplicação da Política Nacional de Saneamento Básico (Lei 11.445/2007) no Paraná também foi discutida no seminário. O Paraná ainda não se ajustou à legislação, que determina que os municípios apresentem seus planos de saneamento básico (PMSB) concluídos até dezembro de 2013.

O presidente da Sanepar apresentou a posição da empresa que atende com serviços de saneamento 344 dos 399 municípios paranaenses. A Sanepar espera investir 425 milhões de reais em saneamento até o final deste ano, chegando a R$ 1,5 bilhão até 2014. No valor a ser investido estão presentes várias ações, como a capacitação profissional dos empregados da Sanepar, a manutenção do índice de 100% da população atendida com água tratada e a ampliação da oferta do esgotamento sanitário. Um dos objetivos mais importantes para a empresa é alcançar a meta de atendimento de 72% da população com serviços de coleta e tratamento de esgoto, hoje em 62%”, conta Ghignone.

O presidente lembrou ainda de outras ações já realizadas, como a descentralização da Sanepar, com a criação de gerências regionais, e planejadas, como a expansão dos serviços de água, esgoto e tratamento de resíduos sólidos. “Estão no planejamento da empresa ainda o reforço de parcerias com prefeituras, outros órgãos governamentais e não-governamentais, a transição de contratos de concessão para os contratos de programas, a gestão focada na inovação e melhoria de processos, na gestão do conhecimento e no desenvolvimento institucional”, complementou.

Participam do evento gestores públicos, representantes do quadro técnico das prefeituras municipais, profissionais e estudantes ligados à engenharia e ao saneamento. O diretor de Investimentos da Sanepar, João Martinho Cleto Reis Junior participou da mesa-redonda sobre os PMSB, apresentando dados da Sanepar, exigências da legislação e a situação dos PMSB no Paraná.


 

Galeria