Notícias

Sistema de esgoto é tema principal de reunião em Florestópolis

13/04/2017

Sanepar promoveu encontro com a comunidade, que teve a participação do prefeito e outras lideranças

O sistema de esgoto de Florestópolis, no Norte do Estado, foi um dos temas do encontro realizado entre a Sanepar e a comunidade nesta terça-feira (11), na Câmara de Vereadores da cidade. Com investimentos de R$ 11 milhões, a obra foi entregue em 2015 e garante o atendimento de mais de 60% da população com coleta e tratamento de esgoto.

“É uma obra que não fica aos olhos de todos, tem tubulações enterradas e uma estação de tratamento mais afastada da cidade, mas é de suma importância para a saúde pública”, lembrou o gerente geral da Sanepar na Região Nordeste, Sérgio Bahls. Ele esclareceu que o investimento feito pela Sanepar coloca o município num novo patamar em saúde e meio ambiente em relação aos outros municípios brasileiros. “No Paraná, temos uma média de 70% de cobertura com esgoto, mas em muitas capitais brasileiras este indicador não chega a 10%. É uma obra cara que não dá retorno financeiro, mas social. Precisa ser valorizada”, destacou.

Joaquim de Oliveira, morador do conjunto José Carnelossi, onde a rede de esgoto chegou, acredita que este é um empreendimento “em benefício de todos, muito importante para a qualidade de vida. Antes tinha muito problema com fossa, o espaço era pequeno e estava ficando cada vez mais limitado. A rede de esgoto veio para resolver a situação”, disse.

Os principais dados de atuação da Sanepar em Florestópolis foram apresentados pelo gerente regional da Sanepar em Arapongas, Rodrigo Fernandes Junqueira. Ele também falou sobre a importância do uso racional da água, do reservatório domiciliar (caixa d’água) e como identificar vazamentos no imóvel.

AVALIAÇÕES - O prefeito Nelson Júnior considera importante esta proximidade da Sanepar com a população, esclarecendo dúvidas sobre os serviços. “Algumas pessoas ainda questionavam os valores em relação ao serviço de esgoto. Agora ficou bem esclarecido para quem esteve nesta reunião, com pessoas representativas da sociedade”, ponderou. Ele mostrou-se animado com a parceria para cadastrar mais moradores na Tarifa Social. “Vamos fazer um trabalho conjunto para aumentar o número de famílias beneficiadas”, destacou.

“Lamento que não vieram muitos moradores que poderiam receberem as informações diretamente da fonte”, afirmou o secretário municipal de Planejamento Carlos Daez. Ele avalia que a reunião apresentou assuntos relevantes e termos esclarecedores. Também participaram da reunião em Florestópolis os vereadores Geomar Castro (Mazinho), Amigilda Neves Almeida e José Soares Peixoto (Zezão), e o presidente do Rotary, Luciano Pereira de Brito.

Galeria