Notícias

Chuva, rodízio e economia preservam nível dos reservatórios da Região Metropolitana em maio

31/05/2021

Mês se encerra com níveis praticamente iguais aos do início de maio, ao contrário de abril, que foi mais seco

As chuvas de maio, um pouco acima da média, foram suficientes para a manutenção dos níveis dos reservatórios durante o mês. Neste último dia (31), o nível médio dos reservatórios do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) está em 53,11%, o que significa quase o mesmo nível do primeiro dia do mês, quando estava em 54,6%. Desempenho bem melhor do que abril, que teve redução de 5,64 pontos percentuais durante todo o mês.

A expectativa para junho é que as chuvas sejam próximas ou um pouco abaixo da média, que é de 106,5 milímetros. Se essa previsão se concretizar, fica afastada a possibilidade de alteração do rodízio para um modelo mais severo.

Na semana passada, o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico recomendou à Agência Nacional da Água (ANA) que seja reconhecida a situação de escassez hídrica na Bacia do Rio Paraná. Em nota, o Conselho informa que é crítica a situação hidrológica da Bacia do Rio Paraná com estiagem prevista para os próximos meses.

No setor de abastecimento público, essa situação prevista afeta a Região Sudoeste do Paraná. Atualmente, Pranchita e Santo Antônio do Sudoeste estão com rodízio no sistema de abastecimento de água.

USO RACIONAL – A Sanepar mantém o alerta de economia de água pela população, orientando o uso prioritário para alimentação e higiene pessoal. As dicas são para reduzir o tempo de banho, manter a torneira fechada enquanto se escova os dentes e se faz a barba. Deve-se acumular roupa e louça para lavar de uma só vez. A lavagem da calçada, quintal, carro e rega de jardim deve ser feita com água reaproveitável e não potável.

Galeria