Notícias

Obras de R$ 6,5 mi ampliarão oferta de água com horizonte de 10 anos

Sanepar amplia sistema de abastecimento de Paiçandu

22/10/2021

Investimentos de R$ 6,5 milhões vão duplicar capacidade de reservação. Na realização das obras, será necessário interromper fornecimento de água
 
A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está investindo R$ 6,5 milhões para ampliar o sistema de abastecimento de Paiçandu, no Noroeste do Estado. A obra deve ser concluída em abril de 2022 e vai demandar algumas interrupções na distribuição de água para interligações ao sistema existente. As primeiras paradas serão realizadas na semana que vem, nos dias 26 e 28 de outubro, afetando o abastecimento de água em bairros das regiões oeste e norte.

A Sanepar irá implantar um reservatório metálico com capacidade de 2 milhões de litros de água, construir uma estação elevatória e assentar 12 mil metros de rede. Estas obras praticamente duplicam a capacidade de reservação.

O gerente regional da Sanepar, Vitor Gorzoni, afirma que a cidade depende da captação de água de seis poços profundos, cujas vazões tiveram queda com a estiagem prolongada. O sistema de abastecimento, que é integrado com Maringá, terá um incremento do volume de água vindo da cidade vizinha dos atuais 15% para 35%.

 “Estamos operando com um déficit grande no sistema de Paiçandu, o que implica algumas situações pontuais de desabastecimento. A ampliação nos dará tranquilidade num horizonte de ao menos 10 anos”, garante.

PARADAS NO SISTEMA - Haverá duas grandes paradas no abastecimento de água em Paiçandu para interligar parte das novas tubulações. Os serviços serão realizados das 8h às 16h e a distribuição de água deve se normalizar durante a noite e a madrugada do dia seguinte.

Na terça-feira (26), os bairros afetados são os jardins Canadá, Canadazinho, Novo Canadá, Caraçatu 1 e 2, Cidade Jardim, Castro Alves, Santo Antônio, Petrópolis, Espanha e Itaipu 1 e 2, além do Parque São Jorge e do Condomínio Monte Carmelo.

Na quinta-feira (28), o abastecimento será interrompido nos jardins Santa Luzia 1 e 2, Santa Efigênia e Guanabara.

Só ficarão sem água durante este período os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.  A orientação é evitar desperdícios. 

Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Galeria

  • Obras de R$ 6,5 mi ampliarão oferta de água com horizonte de 10 anos
  • Intervenções para interligar rede ao sistema existente têm início no dia 26