Notícias

Obras de esgoto em Campo Largo caminham para fase final

29/09/2017

Mais 3.700 famílias vão receber o serviço até março do próximo ano

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está ampliando o atendimento com serviço de coleta e tratamento de esgoto em Campo Largo. Até março de 2018, as obras vão beneficiar mais 3.700 famílias. O valor do empreendimento é de R$ 12.985.870,20.

A maior parte do valor foi aplicado na implantação de 80 quilômetros de rede coletora de esgoto nos loteamentos Jardim Social, Paraíso Mineral, Yara, Rivabem, São Gerônimo, Ouro Preto II e Ferrari II. Também serão implantados quatro quilômetros do coletor tronco – tubulação de grande porte – para transportar o esgoto dessas casas até a Estação de Tratamento Itaqui.

“Diante de tantas doenças provocadas pela falta de saneamento, é uma alegria pode entregar mais um empreendimento que traz tantos benefícios para as pessoas atendidas. Temos muitos avanços no saneamento da Região Metropolitana de Curitiba e Campo Largo, com certeza, é referência”, disse o gerente geral da Sanepar, Antonio Carlos Gerardi.

Para potencializar os investimentos feitos pela Sanepar, cada morador deve fazer a ligação correta entre seu imóvel e a rede coletora implantada na rua. É necessário, também, separar a água da chuva, que vem pelas calhas ou ralos. Técnicos da Companhia vão prestar as orientações e vistoriar.

Desde 2011, o município de Campo Largo tem sido beneficiado com um grande volume de recursos aplicados, que ultrapassa R$ 116 milhões, sem contar a obra em andamento.

TRATAMENTO DO ESGOTO – Todo o esgoto que será coletado na casa dessas 3.700 famílias será tratado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Itaqui. A unidade é nova, foi inaugurada em janeiro de 2016. Junto com a obra da Estação, a rede de esgoto também foi ampliada na época, proporcionando o acesso de 2.518 famílias dos jardins Itaqui, Esmeralda, Glória e Rivabem ao serviço. O total do empreendimento foi de R$ 28.053.465,15.

Galeria