Notícias

Sanepar e Governo do Paraná entregam nova ETE em Toledo

30/06/2018

Com investimentos de R$ 20,5 milhões a Estação Modular Rio Toledo atende a antiga reivindicação dos moradores

A governadora Cida Borghetti e o presidente da Sanepar, Ricardo Soavinski, inauguraram a Estação Modular de Tratamento de Esgoto (ETE) Rio Toledo, neste sábado (30) em Toledo. Com investimento de R$ 20,5 milhões, a nova estação foi instalada em seis meses e substituirá quatro antigas unidades localizadas em áreas com muito moradores.

A governadora destacou que junto com a ETE Norte, inaugurada o ano passado, a nova estação vai melhorar a capacidade de coleta e o tratamento do esgoto no município. “Vai possibilitar uma qualidade de vida melhor à população de Toledo. O saneamento traz melhores condições para que as pessoas vivam com saúde e qualidade”, afirmou. Atualmente 81% dos moradores de Toledo têm acesso à coleta e tratamento de esgoto.

O prefeito de Toledo, Lúcio de Marchi, ressaltou o trabalho da Sanepar para implantar a nova em tempo recorde e atender aos moradores de Toledo. “Foram seis meses para a execução, enquanto uma convencional demoraria até três anos. A obra permitiu tirar as estações de tratamento do Centro da cidade, que incomodavam a população”, disse.

A instalação da ETE Modular é um compromisso da companhia de Saneamento do Paraná com o município de Toledo para a desativação das estações Paulista, Bressan, Dom Pedro e Parizotto e também a estação elevatória Cerâmica Prata. “As estações antigas eram um problema para Toledo. Foi resolvida a questão na região Norte, que substituiu duas outras estações antigas. Esta unidade substitui outras estações e também resolve problemas ambientais”, explicou Soavinski.

Fernando Tobaldini é vice-presidente da Associação dos Moradores do bairro Tancredo Neves e um dos moradores que foi beneficiado com a instalação da nova estrutura de tratamento. Ele disse que desde que começou a funcionar a nova estação o bairro ficou livre do odor. “A gente sofria com o mau cheiro. Na associação não dava nem pra fazer um almoço ou um jantar para os moradores do bairro. Agora acabou o mau cheiro e todos estão contentes”, disse.

ETE Modular – A nova estação tem capacidade para tratar 100 litros de dejetos por segundo. De rápida instalação a ETE é remanejável e usa como tecnologia aeração natural, seguido de tratamento físico-químico e de flotação. Além da construção da ETE Modular, a Sanepar também implantou mais de dois quilômetros de tubulação que conectou a unidade com a rede pública de coleta. A ETE vai operar até a conclusão da Estação de Tratamento Sul, que será executada em 2023, quando o índice de atendimento com esgoto poderá alcançar 100% da população.

Obras em andamento – Ainda para ampliar o sistema de esgotamento sanitário, está em execução de 14 quilômetros de rede coletora de esgoto. Esta rede vai atender 750 imóveis nos bairros Coopagro, Planalto, Dullius e Picinini.

O sistema de abastecimento de água também recebe novos investimentos. Está em construção um reservatório de água vitrificado com capacidade para armazenar 1,1 milhão de litros. Este reservatório dará segurança para distribuir água com qualidade e quantidade para os moradores da região Jardim Porto Alegre, nos dias de maior consumo.

Presenças — Participaram da solenidade o chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico; o secretário da Segurança Pública, Júlio Reis; o deputado federal Alex Canziani; o deputado estadual José Carlos Schiavinato; o diretor de Operações da Sanepar, Paulo Alberto Dedavid, o gerente geral da região Sudoeste Renato Bueno, o gerente geral da região Sudeste, Fábio Leal Oliveira, e autoridades municipais da região.

Galeria