Notícias

Sanepar e Jica iniciam nova parceria

13/09/2017

Desta vez será estudada a viabilidade técnica de secagem do lodo de esgoto gerado nas estações de tratamento

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) formalizaram, na terça-feira (12), uma nova parceria para a realização de um estudo de viabilidade técnica de secagem do lodo de esgoto gerado nas estações de tratamento operadas pela empresa.
“Já temos um bom histórico de parcerias com a JICA, mas podemos e devemos avançar muito”, destacou o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, durante a assinatura do memorando de entendimento.  Além de Mounir, assinou o documento o representante da JICA no Brasil, Akio Saito.
Os estudos técnicos serão desenvolvidos com a participação da empresa Tohoku Clean Development Corporation, vinculada à JICA.  A Tohoku possui a ISO 14001 desde 2003, recebe lodo orgânico das estações de tratamento de esgoto da localidade de Yamagata e opera uma planta de produção de combustível de biomassa no Japão. “Buscamos alternativas que atendam nossas necessidades. Concluímos que esta irá nos atender adequadamente”, disse o diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Glauco Requião.
A destinação do lodo de esgoto resultante do tratamento é hoje um dos maiores desafios das empresas de saneamento. Esta técnica de secagem térmica evita a incorporação de produtos químicos durante o processo de higienização e viabiliza elevadas taxas de remoção de água, diminuindo o volume do lodo. O produto final tanto poderá ser usado como combustível como aproveitado na agricultura.
A parceria entre Sanepar, JICA e Tohoku se dará em etapas, que começam com o estudo de viabilidade técnica. A segunda etapa é a implantação de um projeto piloto, com a vinda de um equipamento, que posteriormente será doado à Sanepar.  A última etapa será a de viabilização de um projeto de negócio, que poderá resultar na assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica.
Faziam parte da comitiva da JICA: Yoshihiro Miyamoto (representante sênior), Christiane Hiroko Hatano (coordenadora de projetos),  Tenman Takamoto (presidente da empresa Tohoku),  Tomohide Takahashi (diretor da Tohoku), Takanori Ito (gerente sênior do Clean System), Takeshi Nakanishi (CEO da Carbon Free), Yuriya Naito (Carbon Free) e Jorge Ninomiya (tradutor).  A Sanepar também estava representada pelo gerente da Assessoria de Pesquisa e Desenvolvimento, Gustavo Possetti.

 

Galeria