Notícias

Sanepar suspende rodízio e mantém obras em Pato Branco

14/03/2019

Estão sendo investidos mais de R$ 38 milhões em produção, reservação e distribuição de água na cidade

A Sanepar suspendeu, em meados de fevereiro, o rodízio no fornecimento de água de Pato Branco e, desde então, o abastecimento tem sido feito de forma ininterrupta para todas as regiões da cidade. Para normalizar o abastecimento, a empresa adotou um plano de distribuição de água de forma igualitária na cidade, colocou em funcionamento dois novos reservatórios e aumentou o volume de água captado. Além disso, houve a compreensão da população e de entidades representativas da sociedade civil que passaram a fazer uso mais consciente da água. Nas obras de ampliação e melhorias do sistema de abastecimento, estão sendo investidos mais de R$ 38 milhões.

Um dos novos reservatórios, instalado junto à estação de tratamento de água, tem capacidade para 3 milhões de litros de água e contribui diretamente para o abastecimento das regiões dos bairros Planalto, Primavera, São João, Alto da Glória, Dal Roos, Menino Deus e Anchieta. A outra unidade de reservação tem capacidade para 500 mil litros de água e foi instalada no Jardim Alvorada. Com esses reforços no armazenamento de água foi possível melhorar as condições de distribuição da água.

Também entrou em operação o quarto conjunto motobomba na captação de água do Rio Pato Branco, que promoveu aumento de 10% na produção de água. Foi implantado ainda o sistema de controle operacional na elevatória do Jardim Bispo Dom Carlos, que avisa imediatamente toda e qualquer paralisação ou intercorrência no bombeamento de água. Isso permite ação imediata das equipes de manutenção.

Obras em andamento - A estação de tratamento de água, que acaba de ser ampliada, está em fase de testes operacionais. Com o novo módulo de tratamento, a estação poderá tratar 265 litros de água por segundo. A operação em definitivo está prevista para o fim desta semana. Com este novo módulo, o sistema terá capacidade para tratar 22,8 milhões de litros de água por dia.

Estão ainda em andamento obras de duplicação da adutora de água bruta. São 12,6 km de tubulação de grande porte. Em abril, devem ser implantados os mais de 500 metros que faltam para o término da obra. 

Até o fim de abril, também entrarão em funcionamento novos equipamentos da estação de tratamento de água e do Centro de Controle Operacional (CCO). Com essa modernização, o CCO terá o controle dos níveis dos reservatórios, informações das unidades de bombeamento e a gestão do sistema de distribuição de água de Pato Branco.

Em junho deste ano, vão entrar em operação mais dois reservatórios: um no Bairro São Francisco e o outro para atender a região dos bairros Fadep e Fraron. As duas unidades estão prontas e aguardam a conclusão das obras de infraestrutura do setor de distribuição de água da cidade. As duas unidades juntas vão armazenar 3 milhões de litros de água.

E também está prevista a instalação de outros dois reservatórios em fibra, que vão entrar em operação em agosto. Eles estão sendo fabricados dentro das especificações técnicas para atender as regiões do Gralha Azul e do Planalto. Cada um tem capacidade para armazenar 200 mil litros de água.

Outra importante obra é a ampliação dos centros de reservação do Jardim Primavera, do João Pessoa e do Jardim Alvorada, o que irá promover a melhoria das condições de bombeamento e distribuição de água na cidade.

Investimentos previstos – No setor de distribuição, estão previstos reforços de 2,5 km metros nas redes mestres, chamadas de anéis de distribuição. A tubulação sairá da estação de tratamento, passando pela Rua Nereu Ramos, entre a Guarani e a Tupi, e da Tupi até o trevo entre a Nereu Ramos e a Via Alfredo Luiz de Bortoli – marginal da BR 158. Essa obra está em processo de licitação.

Será ampliada a captação de água do Rio Pato Branco e instaladas mais duas elevatórias de água e boosters para bombeamento de água até o centro da cidade. Está prevista também a instalação de uma estação de tratamento de lodo para os efluentes de lavagem dos filtros e decantadores da estação de tratamento de água.

Sanepar suspende rodízio e continua
obras de abastecimento de Pato Branco
Estão sendo investidos mais de R$ 38 milhões em produção, reservação e distribuição de água na cidade

 

A Sanepar suspendeu, em meados de fevereiro, o rodízio no fornecimento de água de Pato Branco e, desde então, o abastecimento tem sido feito de forma ininterrupta para todas as regiões da cidade. Para normalizar o abastecimento, a empresa adotou um plano de distribuição de água de forma igualitária na cidade, colocou em funcionamento dois novos reservatórios e aumentou o volume de água captado. Além disso, houve a compreensão da população e de entidades representativas da sociedade civil que passaram a fazer uso mais consciente da água. Nas obras de ampliação e melhorias do sistema de abastecimento, estão sendo investidos mais de R$ 38 milhões.

 

Um dos novos reservatórios, instalado junto à estação de tratamento de água, tem capacidade para 3 milhões de litros de água e contribui diretamente para o abastecimento das regiões dos bairros Planalto, Primavera, São João, Alto da Glória, Dal Roos, Menino Deus e Anchieta. A outra unidade de reservação tem capacidade para 500 mil litros de água e foi instalada no Jardim Alvorada. Com esses reforços no armazenamento de água foi possível melhorar as condições de distribuição da água.

 

Também entrou em operação o quarto conjunto motobomba na captação de água do Rio Pato Branco, que promoveu aumento de 10% na produção de água. Foi implantado ainda o sistema de controle operacional na elevatória do Jardim Bispo Dom Carlos, que avisa imediatamente toda e qualquer paralisação ou intercorrência no bombeamento de água. Isso permite ação imediata das equipes de manutenção.

 

Obras em andamento - A estação de tratamento de água, que acaba de ser ampliada, está em fase de testes operacionais. Com o novo módulo de tratamento, a estação poderá tratar 265 litros de água por segundo. A operação em definitivo está prevista para o fim desta semana. Com este novo módulo, o sistema terá capacidade para tratar 22,8 milhões de litros de água por dia.

 

Estão ainda em andamento obras de duplicação da adutora de água bruta. São 12,6 km de tubulação de grande porte. Em abril, devem ser implantados os mais de 500 metros que faltam para o término da obra.

 

Até o fim de abril, também entrarão em funcionamento novos equipamentos da estação de tratamento de água e do Centro de Controle Operacional (CCO). Com essa modernização, o CCO terá o controle dos níveis dos reservatórios, informações das unidades de bombeamento e a gestão do sistema de distribuição de água de Pato Branco.

Em junho deste ano, vão entrar em operação mais dois reservatórios: um no Bairro São Francisco e o outro para atender a região dos bairros Fadep e Fraron. As duas unidades estão prontas e aguardam a conclusão das obras de infraestrutura do setor de distribuição de água da cidade. As duas unidades juntas vão armazenar 3 milhões de litros de água.

 

E também está prevista a instalação de outros dois reservatórios em fibra, que vão entrar em operação em agosto. Eles estão sendo fabricados dentro das especificações técnicas para atender as regiões do Gralha Azul e do Planalto. Cada um tem capacidade para armazenar 200 mil litros de água.

 

Outra importante obra é a ampliação dos centros de reservação do Jardim Primavera, do João Pessoa e do Jardim Alvorada, o que irá promover a melhoria das condições de bombeamento e distribuição de água na cidade.

 

Investimentos previstos – No setor de distribuição, estão previstos reforços de 2,5 km metros nas redes mestres, chamadas de anéis de distribuição. A tubulação sairá da estação de tratamento, passando pela Rua Nereu Ramos, entre a Guarani e a Tupi, e da Tupi até o trevo entre a Nereu Ramos e a Via Alfredo Luiz de Bortoli – marginal da BR 158. Essa obra está em processo de licitação.

 

Será ampliada a captação de água do Rio Pato Branco e instaladas mais duas elevatórias de água e boosters para bombeamento de água até o centro da cidade. Está prevista também a instalação de uma estação de tratamento de lodo para os efluentes de lavagem dos filtros e decantadores da estação de tratamento de água.

 

Legenda:

A ampliação da estação de tratamento já está em fase de testes operacionais

Galeria