Notícias

Sanepar vai levar água tratada ao Lago Azul, em Cascavel

30/01/2018

A implantação dos mais de 12 quilômetros de redes deve ser concluída até outubro

Um sonho de quase 30 anos está perto de se concretizar para os moradores do Lago Azul, em Cascavel. A localidade deverá ser incluída no perímetro urbano de Cascavel e a partir daí poderá contar com obras de infraestrutura.  Em reunião com o prefeito Jorge Lange, na manhã desta segunda-feira (29), os gerentes da Sanepar Renato Bueno e Rita Camana afirmaram que a Companhia vai implantar um sistema de abastecimento tão logo seja aprovada a inclusão da área no limite urbano da cidade. Para isso, será realizada audiência pública, em 15 de fevereiro, na Prefeitura de Cascavel.

Com a aprovação, a previsão é que o sistema de abastecimento entre em operação até outubro deste ano, beneficiando mais de 300 famílias daquela região. Posteriormente, serão feitos levantamentos técnicos, projetos e captação de recursos para instalar o sistema de coleta e tratamento do esgoto.

Renato explicou ao prefeito que a Sanepar já havia feito projetos para o sistema de abastecimento. “No entanto, nunca foi finalizada a proposta por algum motivo legal ou porque os moradores desistiam ou não concordavam com ela”, disse. O gerente apresentou na reunião o último projeto, executado em 2014, mas que servirá de base para o início das obras. Serão assentados 12 km de rede de distribuição de água.

O prefeito Jorge Lange lembrou que há pelo menos 25 anos os moradores clamavam por infraestrutura. “A cidade já encostou no bairro e não há mais razão para eles ficarem fora do perímetro urbano”. A partir da aprovação em audiência pública, a administração vai buscar investimentos para infraestrutura. “Contamos com a parceria do Governo do Estado, através da Sanepar, para dar início às obras que vão melhorar a qualidade de vida, a saúde e vão permitir a valorização daquela região”, afirmou Lange.

O presidente da Associação de Moradores do Lago Azul, Roberto Zorzan, que participou da reunião, disse que os poços que abastecem as famílias são muito próximos das fossas, o que oferece grande risco de contaminação. “A água para nós é essencial para a saúde e a dignidade das famílias. Hoje, temos acesso à água com facilidade, porém é uma água sem garantia qualidade”. O empresário do Lago Azul João Gurgacz, também estava presente na reunião e comemorou o anúncio do sistema de água potável.

Galeria